Photo by John Tekeridis from Pexels

O celular, de repente, cai no chão. Parece que nossa vida ficou paralisada por alguns segundinhos. E, quando vamos pegá-lo novamente, o susto: a tela quebrada. Chega a doer na alma, não é mesmo, pessoal?

Quem nunca quebrou a tela do celular que atire a primeira pedra… e bem longe do nosso aparelho!

Para saber mais o que fazer quando a tela do seu celular quebra, no post de hoje vamos entender a diferença entre troca de tela e troca de vidro e ver se vale a pena trocar a tela do seu Samsung em casa.

Os smartphones estão menos resistentes?

Antes de falarmos sobre as diferenças entre troca de tela e troca de vidro, vamos entender: afinal os smartphones estão ou não mais frágeis?

Muitas pessoas têm a impressão de que, nos últimos anos, os aparelhos celulares têm ficado muito mais frágeis. E é verdade.

Os smartphones, assim como outros aparelhos, são feitos com materiais sensíveis. Além disso, uma outra característica que tem se tornado muito comum nos últimos anos é o aumento do display, que ocupa grande parte do próprio smartphone. Outro detalhe é o design com as bordas mais curvadas. Todas essas características facilitam para que a tela se quebre ou tenha trincos com maior facilidade.

O Portal Promobit listou os aparelhos mais resistentes aqui no Brasil utilizando como critério diversos testes de resistência que comprovam a eficiência da proteção da tela, traseira e moldura.

No caso da Samsung, o modelo Galaxy S9 / Galaxy S9 Plus apareceu em 6ª posição.

Por ter a frente praticamente tomada pela tela com laterais curvadas, o Galaxy S9 pode até parecer frágil, mas não é bem assim. A sua tela é protegida pela tecnologia Gorilla Glass 5 e apresenta boa resistência contra arranhões, contato com fogo, objetos perfurantes/cortantes e também quedas de diferentes alturas.

Diferenças entre troca de vidro e troca de tela

Depois de entendermos sobre a resistência do Samsung, é importante explicar: troca de vidro e troca de tela não são a mesma coisa!

Fizemos um post super detalhado sobre as diferenças entre troca de vidro e troca de tela. Porém, de maneira resumida, precisamos entender alguns pontos.

Primeiro: o que compõe cada parte da tela:

  • Display (LCD): É, basicamente, a tela do celular sem o vidro! Ela é responsável pelo toque e pelas imagens;
  • Vidro: É a parte que cobre o display. Essa peça pode trincar sem causar qualquer dano ao display.

Em segundo lugar, o que é, afinal, troca de vidro e troca de tela?

  • Troca de vidro: Se o touch está funcionando e não existem linhas, manchas (ou apenas pequenas manchas) no display do aparelho, por exemplo, é possível efetuar apenas a troca de vidro;
  • Troca de tela: Se o display está piscando ou apagado, grandes manchas ou se o touch não está funcionando, será necessário trocar a tela.

Minha tela quebrou ou trincou: posso trocar a tela do Samsung em casa?

Com o Youtube, pode parecer fácil trocar a tela do Samsung em casa: a pessoa compra o produto na internet, segue os passos indicados e faz o conserto. Mas não se engane: é muito mais complexo do que parece.

Em primeiro lugar, lembre-se que o seu Samsung, assim como outros smartphones, é um dispositivo bem sensível: devido à sua falta de qualificação, é possível você gerar mais problemas ainda e, até mesmo, comprometer a usabilidade do touchscreen ou do aparelho como um todo. O famoso: o barato pode sair caro!

Além disso, como explicamos anteriormente, há uma diferença entre troca de vidro e troca de tela. Muitas vezes, o dano é mais superficial, ou seja, a troca de vidro é suficiente para sanar o problema.

E você sabia que fazer a troca de vidro com a maior empresa do Brasil é super em conta? A partir de R$499 é possível você resolver o problema do seu Samsung. Ah… e atendemos todo o país. Nós, da Fix online, somos especializados na troca de vidro dos celulares Samsung: usamos equipamentos modernos e tecnologia de ponta para cuidarmos do seu celular. Entre em contato agora com um de nossos especialistas.

Deixe uma resposta