também é possível ocultar apps nativos do iPhone

Como saber se o celular é usado? É possível descobrir em iPhone e Android?

Comprar um celular novo pela internet pode ser um grande desafio, especialmente nos dias de hoje, em que golpes envolvendo aparelhos eletrônicos estão cada vez mais frequentes. No caso de celulares, muitas empresas falsas vendem o produto como novo mesmo ele não sendo. Mas como saber se o celular é usado?

Como as vendas online não permitem que os compradores vejam pessoalmente os produtos que estão sendo vendidos, fica mais difícil conseguir analisar se o aparelho é realmente novo e original, e as pessoas acabam percebendo apenas depois que o golpe já foi aplicado.

Para lhe auxiliar na hora da compra de celulares em lojas menores e online, separamos um post para que você aprenda a descobrir se o celular é usado ou não. Veja a seguir!

Como saber se o celular é usado?

Em muitos casos, celulares com peças substituídas são vendidos como originais e novos, assim como celulares que já foram usados antes mas foram restaurados antes de serem colocados à venda. Nesses dois casos, é possível descobrir se aquele aparelho é mesmo novo dependendo do sistema operacional.

Como saber se o iPhone é usado?

Aparelhos da Apple com preços inferiores aos praticados no mercado normalmente possuem algum tipo de problema. Sempre que você comprar um iPhone de terceiros e notar que a caixa está aberta ou com um lacre diferente ou danificado, significa que aquele celular já foi usado.

o próprio iPhone possui um recurso de fábrica para descobrir se o celular é usado
o próprio iPhone possui um recurso de fábrica para descobrir se o celular é usado

Alguns vendedores particulares, porém, abrem o produto e nunca usam por terem adquirido a cor errada ou o modelo enganado, e acabam vendendo. Nesses casos, o aparelho é vendido como novo, mas ainda assim com preço abaixo do mercado por ter violado a caixa.

A própria Apple possui lojas de celulares originais recondicionados – que foram usados por outras pessoas mas que passaram por inspeção para garantir a qualidade, ou que foram abertos e nunca usados etc -, com preços mais em conta.

Para saber se o seu celular iPhone é novo ou usado, vá até “Definições” e clique em “Geral”. Em seguida, selecione a aba “Sobre” para ver mais detalhes sobre o dispositivo e veja o que consta em “Modelo”.

Você vai encontrar uma sequência de números e letras indicado o status e tipo do aparelho. A primeira letra indica se o dispositivo é novo, recondicionado ou se foi substituído.

Para saber qual é o caso do celular, veja a primeira letra da sequência:

  • M – quer dizer que o aparelho é novo;
  • F- quer dizer que aquele celular foi recondicionado;
  • N- significa que o aparelho foi lançado para substituir um iPhone que desenvolveu algum problema;
  • P – quer dizer que o aparelho foi vendido com uma mensagem personalizada no chassi, e é possível conferi-la no verso.

Como saber se o Android é usado?

Assim como a Apple, algumas marcas específicas oferecem aparelhos recondicionados para venda, já que muitas pessoas acabam desenvolvendo o aparelho depois de usar pouco tempo ou sem mesmo ligá-lo.

Porém, existem pessoas que vendem o celular como novo e fazem a restauração do sistema, e muitas vezes o celular já foi usado por muitos meses. Com isso, acabam ganhando um valor acima do valor de venda de produtos usados.

o Android não vem com recurso para descobrir se ele é usado, mas é possível analisar os acessórios e a caixa
o Android não vem com recurso para descobrir se ele é usado, mas é possível analisar os acessórios e a caixa

No caso do Android, porém, é um pouco mais difícil saber se aquele aparelho é realmente novo ou se já foi usado antes. Antigamente era possível inserir um código na tela de discagem para checar se ele era realmente um aparelho novo, mas hoje em dia essa técnica já não funciona mais.

Uma dica é ver se a caixa está lacrada e os acessórios também. Caso a pessoa venda como novo e diz ter se arrependido da compra, você pode solicitar a nota fiscal e olhar a data, ou então ver se o aparelho conta com as películas protetoras que vêm de fábrica e se a caixa conta com todos os itens lacrados. Afinal, é fácil ver se um fone de ouvido ou carregador foi usado e depois enrolado novamente.

Embora existam apps que oferecem um detalhamento comprado das capacidades operacionais do celular e do status que ele apresenta, nenhum consegue dizer com precisão se aquele celular já foi usado antes ou não.

Comprar celular usado ou recondicionado vale a pena?

Depende das condições de uso e estado de conservação do aparelho. Não há nada como adquirir um produto novo, mas às vezes pode valer muito a pena comprar aparelhos recondicionados, já que em muitos casos apenas pelo fato dele estar aberto, mas ainda sem uso, é o suficiente para que o valor seja mais baixo.

Porém, alguns produtos recondicionados, isto é, que foram concertados para serem vendidos novamente quando necessário, podem apresentar alguns defeitos especialmente se o problema está ligado com a bateria ou tela e o aparelho não foi reparado por técnicos qualificados para o serviço.

Existem ainda casos de que o produto recondicionado vale mais a pena do que produtos originais e usados há muito tempo. Por exemplo, um Galaxy S12 que é bem antigo pode ter uma bateria muito gasta se você comprar um modelo desse usado. Mas caso opte por um recondicionado em que a bateria foi trocada, além de pagar menos, a qualidade pode ser superior ao usado com a peça original.

Vale lembrar que sempre que possível, é importante solicitar ao vendedor imagens do celular funcionando e da tela, para garantir que você adquira um produto livre de problemas que não foram especificados no anúncio de venda.

Leia mais sobre isso clicando aqui!

Além disso, tenha sempre em mente que mesmo aparelhos recondicionados, podem sofrer alterações na qualidade e desempenho de algumas funções, como por exemplo a  função à prova d’água, que geralmente é comprometida depois de reparos.

Agora que você aprender a saber se o celular é usado, tente procurar vendedores de confiança. Afinal, embora no iPhone seja possível verificar se o celular é mesmo novo, no caso do Android fica mais difícil conseguir identificar se o aparelho já foi usado e restaurado antes, e o produto pode até mesmo apresentar falhas e danos internos que não são especificados na hora da venda caso você caia em um golpe.